Repositório Institucional UNIPÊ Trabalho de Conclusão de Curso Educação Física (Bacharelado)
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/3207
Tipo: Artigo
Título: Analise postural da região lombar e avaliação dos níveis de atividade física em crianças e adolescentes mulheres em escolas públicas da região metropolitana de João Pessoa/PB
Autor(es): Brito, Luccas Batista
Primeiro Orientador: Soares, João Joaquim
Resumo: OBJETIVO: Descrever os problemas posturais da região lombar e a avaliação do nível de atividade física e qualidade de vida dos avaliados da pesquisa. MÉTODO: A pesquisa é de caráter descritivo, com a tipologia quantitativo e de corte transversal. Composta de 164 escolares mulheres com idade de 15 a 17 anos da região metropolitana de João Pessoa-PB. Testes realizados aplicando o método da Biofotogrametria para Avaliação Postural Ortostática com o software SAPO (versão 0.69); as escolares responderam questionários tomando como base o estilo de vida, hábitos posturais e, possíveis dores nas costas (Backpei); foram submetidos a questionários para identificar a qualidade de vida (Kidscreen); identificação do potencial de risco (Par-Q) e foram submetidas ao teste de desempenho anaeróbico, utilizando a resistência muscular localizada (RML) shuttle run e flexão abdominal. A pesquisa foi realizada no Laboratório de Avaliação Física – LAF/SANNY, situado no Centro Universitário de João Pessoa/UNIPÊ, a qual os preceitos éticos foram seguidos pela resolução 510/16 do Conselho Nacional de Saúde do Ministério da Saúde, que regulamenta a prática de pesquisas com seres humanos. Para os dados estatísticos, utilizou-se o programa SPSS (versão/20.0), através do teste KolmogorovSmirnov (K-S com n>50), configurando a estatística descritiva como dados não paramétricos. RESULTADOS: Foi encontrado no grupo feminino, nível de prevalência nas deformidades postural: Hipolordose 60,3%; Hiperlordose 10,3%; existência da relação dor nas costas 11,5% com prevalência do teste de qui-quadrado de Pearson X2a=0,004; 17% frequência impedimento de atividades a com prevalência de X2a=0,000; Tempo assistindo televisão 19,5% com prevalência de X2a=0,004; 1,2% tempo utilizando o computado com prevalência de X2a=0,000; Ler e/ou estudar na cama 40,8% com prevalência de X2a=0,005; postura para dormir 45,7% com prevalência de X2a=0,000 e 7,9% com prevalência de X2a=0,001; postura sentada para escrever 79,8% com prevalência X2a=0,002; Postura sentada em um banco 79,2% com prevalência X2a=0,005; Postura Sentada para utilizar o computador 75% com prevalência X2a=0,009; postura para pegar objeto do chão 81% com prevalência X2a=0,006; meio de transporte do material escolar 5,5% com prevalência X2a=0,007; resistência muscular localizada flexão abdominal 65,8% com prevalência X2a=0,005; Resistência muscular localizada Shuttle Run 82,9% com prevalência X2a=0,000. CONCLUSÃO: Conclui-se que ocorreu prevalência da deformidade lordótica correlacionada com as seguintes variáveis: dor nas costas, impedindo a realizar as atividades do dia a dia, tempo assistindo televisão, usando o computador, o meio de transporte escolar (mochila), forma de pegar objetos no chão e bastante tempo na escola ou em casa fazendo as atividades escolares, todos que foram citados sendo feito de forma inadequada. Foi observado também, que a qualidade de vida onde encontra-se classificada boa e muito boa. Os escolares inativos em relação a níveis de atividades físicas estão classificados abaixo da média e fraco.
Abstract: OBJECTIVE: To describe the postural problems of the lumbar region and the assessment of the level of physical activity and quality of life of those evaluated in the research. METHOD: The research is descriptive, with a quantitative and cross-sectional typology. Composed of 164 female students aged 15 to 17 years from the metropolitan region of João Pessoa-PB. Tests performed using the Biophotogrammetry method for Orthostatic Postural Assessment with SAPO software (version 0.69); the students answered questionnaires based on their lifestyle, postural habits and possible back pain (Backpei); were submitted to questionnaires to identify the quality of life (Kidscreen); identification of potential risk (Par-Q) and were submitted to anaerobic performance test, using localized muscle resistance (RML) shuttle run and abdominal flexion. The research was conducted at the Physical Assessment Laboratory - LAF/SANNY, located at the University Center of João Pessoa/UNIPÊ, which ethical precepts were followed by resolution 510/16 of the National Health Council of the Ministry of Health, which regulates the practice of researches with human beings. For statistical data, the SPSS program (version/20.0) was used, through the Kolmogorov-Smirnov test (K-S with n>50), configuring descriptive statistics as non-parametric data. RESULTS: In the female group, prevalence level in postural deformities was found: hypolordosis 60.3%; Hyperlordosis 10.3%; existence of an 11.5% back pain relationship with prevalence of Pearson's chi-square test X2a=0.004; 17% frequency of impediment from activities a with a prevalence of X2a=0.000; Time watching television 19.5% with a prevalence of X2a=0.004; 1.2% time using computed with a prevalence of X2a=0.000; Reading and/or studying in bed 40.8% with a prevalence of X2a=0.005; sleeping posture 45.7% with a prevalence of X2a=0.000 and 7.9% with a prevalence of X2a=0.001; sitting posture to write 79.8% with prevalence X2a=0.002; Seated posture on a bench 79.2% with prevalence X2a=0.005; Sitting posture to use the computer 75% with prevalence X2a=0.009; posture to pick up an object from the ground 81% with prevalence X2a=0.006; means of transporting school supplies 5.5% with a prevalence X2a=0.007; localized muscle strength abdominal flexion 65.8% with prevalence X2a=0.005; Shuttle Run localized muscle strength 82.9% with prevalence X2a=0.000. CONCLUSION: It is concluded that there was a prevalence of lordotic deformity correlated with the following variables: back pain, preventing daily activities, time watching television, using the computer, school transport (backpack), form of picking up objects on the floor and plenty of time at school or at home doing school activities, all of which were mentioned being done inappropriately. It was also observed that the quality of life where it is classified as good and very good. Students inactive in relation to levels of physical activity are classified below average and weak
Palavras-chave: Biofotogrametria
Postural
Estudantes
Lordose
Hábitos
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Centro Universitário de João Pessoa
Sigla da Instituição: UNIPÊ
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/3207
Data do documento: 28-Jun-2021
Aparece nas coleções:Educação Física (Bacharelado)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Luccas Batista Brito.pdf239.69 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.