Repositório Institucional Cruzeiro do Sul Campus Liberdade Dissertações Produtos Educacionais Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/4271
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSouza, Valdecil de-
dc.creatorJunger, Alex Paubel-
dc.date.accessioned2023-01-19T15:58:33Z-
dc.date.available2020-
dc.date.available2023-01-19T15:58:33Z-
dc.date.issued2020-
dc.identifier.citationSOUZA, V. A Guia prático para levantamento qualitativo do nível de conhecimento do deficiente visual na área de tecnologias e aprendizagens. 2020. 23 f. Produto Educacional (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Universidade Cruzeiro do Sul, São Paulo, 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/4271-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherCruzeiro do Sul Educacionalpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectDeficiência visualpt_BR
dc.subjectCegopt_BR
dc.subjectEnsinopt_BR
dc.subjectTecnologias de comunicação com deficientespt_BR
dc.titleGuia prático para levantamento qualitativo do nível de conhecimento do deficiente visual na área de tecnologias e aprendizagens.pt_BR
dc.typeProduto Educacionalpt_BR
dc.description.resumoA Educação, como um direito de todos os cidadãos, estabelecido pela Constituição Federal do Brasil (1988), foi reafirmada pela Lei de Diretrizes de Bases da Educação Nacional, Lei nº9394/96, que destina o Capítulo V à Educação Especial. O art.58 da LDBEN define que a educação dos alunos com necessidades especiais deve ser realizada, preferencialmente, na rede regular de ensino. Apesar da lei vigente no Brasil e de que existem inúmeras leis que garantem o direito a alunos com Necessidades Especiais, que segundo a Declaração de Salamanca (1994), denomina-os como portadores de necessidades escolares especiais, ainda tem-se dificuldades enfrentadas nas escolas para admitirem crianças com estas características. O produto ora desenvolvido, tem como objetivo fundamental dar suporte aos professores, coordenadores, diretores e demais profissionais envolvidos no processo educacional no âmbito escolar em todos os níveis, seja básico, fundamental, médio, superior, bem como ensino profissionalizante, na atividade de planejamento. Esse produto pode ser considerado como um dos pilares para que o profissional de educação tenho subsídios para elaborar um planejamento baseado em informações obtidas através de um questionário que será aplicado ao aluno ou responsável legal. Esse produto também pode ser utilizado como material didático em salas de aulas na formação de professores e gestores educacionais. Existem diversos autores que abordam o tema sobre formação de professores como estratégia fundamental para o resultado positivo do processo de ensino aprendizagem, dentre eles, Mantoan( 2006), enfatiza ser fundamental que os currículos dos cursos de formação sofram alterações, para que os professores possam aprender a trabalhar com as diferenças, pois a “formação enfatiza a importância de seu papel, tanto na construção do conhecimento como na formação de atitudes e valores do cidadão. Por isso, a formação vai além dos aspectos instrumentais de ensino” (p.55). Segundo o Instituto Rodrigo Mendes, no contexto da educação inclusiva, o planejamento pedagógico deve ser contínuo e colaborativo. Ao mesmo tempo, tem que valorizar os interesses e atender às necessidades de cada aluno. Tratase de pensar em aulas desafiadoras para todos, com formas diversas de apresentar e explorar o currículo. Mesmo que uns alunos com necessidades especiais tenham um mesmo diagnóstico de deficiência, dois estudantes podem responder de modos distintos a uma mesma proposta, bem como no caso de deficiência visual, ter níveis de conhecimento e saberes diferentes, isso porque a diferença é própria da condição humana. Ou seja, não há como saber antecipadamente o que fazer com um estudante tendo como base somente seu laudo médico e o CID. Apesar desse produto educacional não ter sido aplicado, ele tem aplicabilidade ampla nas instituições de ensino. E, a ideia da concepção desse tipo de produto se deu devido à importância do conhecimento dos profissionais da área educacional conhecerem a realidade dos alunos com deficiência visual ,que anualmente ingressam nas escolas, colégios e universidades, e isso resultou em uma pesquisa de mestrado intitulada “A Utilização da Tecnologia no Ensino de Matemática para Pessoas com Deficiência Visual¨pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsCruzeiro do Sulpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM::METODOS E TECNICAS DE ENSINOpt_BR
Aparece nas coleções:Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Valdecil de Souza.pdfProduto Educacional1.09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.