Repositório Institucional Cruzeiro do Sul Documentos e Publicações Institucionais
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/5255
Tipo: Livro
Título: Guia prático: etarismo e gerontofobia: conceituação geral em prol do envelhecimento saudável e ativo
Autor(es): Silva, Adriana Valadares da
Borges, Ana Paula Oliveira
Bulgo, Danilo Cândido
Mazuelos, Elisângela Pereira de Queiros
Souza, Geni Emília de
Coutinho, Kelly Cristina
Carreira, Rosana Cristina
Resumo: Frente ao rápido avanço advindo do contexto que abarca o envelhecimento humano no cenário contemporâneo, surgem demandas que priorizam o atendimento e uma visão multidimensional relacionadas à pessoa que envelhece, além de subsídios para sua saúde, segurança, integração e participação social, cultura, lazer, educação, alimentação, renda justa e outros aspectos fundamentais para vida, especialmente para atender as especificidades de cada contexto e realidade deste grupo populacional. Desse modo, as políticas públicas se destacam por serem fundamentais para compreender, planejar e executar ações que visem garantir direitos e respaldos mais equitativos acerca da realidade da pessoa idosa inseridos em uma sociedade dinâmica e contemporânea, corroborando para territórios que proporcionem a este grupo populacional a manutenção da autonomia, independência e promoção do senso de justiça, no que tange o aumento dos aspectos sobre a qualidade de vida. Ao se pensar no território brasileiro, é notório que o necessário brasileiro possua uma gama de estratégias, programas e políticas públicas que priorizem o envelhecimento humano, assim, dentre o rol de ações existentes, deve enfatizar a essência do envelhecimento ativo preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) abarcando as múltiplas estratégias intersetoriais voltadas à proteção, educação continuada, saúde e participação social, sendo uma importante contribuição em direção a uma sociedade mais justa para todas as idades, com a finalidade de valorizar a pessoa idosa, pautando à garantia e à defesa dos seus direitos. Portanto, é fundamental que o território discuta políticas públicas, estratégias geriátricas, gerontológicas e determinantes sociais que diminua significativamente as exclusões gerais sofridas pelas pessoas idosas frente os preconceitos sobre o etarismo e gerontofobia.
Abstract: Faced with the rapid progress arising from the context that encompasses human aging in the contemporary scenario, demands arise that prioritize care and a multidimensional view related to the aging person, in addition to subsidies for their health, safety, integration and social participation, culture, leisure, education, food, fair income and other fundamental aspects of life, especially to meet the specificities of each context and reality of this population group. In this way, public policies stand out for being fundamental to understand, plan and execute actions that aim to guarantee more equitable rights and support regarding the reality of the elderly inserted in a dynamic and contemporary society, corroborating for territories that provide this population group with the maintenance of autonomy, independence and promotion of a sense of justice, in terms of increasing aspects of quality of life. When thinking about the Brazilian territory, it is notorious that what is necessary for Brazil has a range of strategies, programs and public policies that prioritize human aging, thus, among the list of existing actions, it should emphasize the essence of active aging advocated by the World Health Organization. Health (WHO) covering the multiple intersectoral strategies aimed at protection, continuing education, health and social participation, being an important contribution towards a fairer society for all ages, with the purpose of valuing the elderly, guiding the guarantee and to the defense of their rights. Therefore, it is essential that the territory discuss public policies, geriatric and gerontological strategies and social determinants that significantly reduce the general exclusions suffered by the elderly in the face of prejudices about ageism and gerontophobia.
Palavras-chave: Gerontologia - Aspectos sociais
Etarismo
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Cruzeiro do Sul Educacional
Sigla da Instituição: Cruzeiro do Sul
Citação: SILVA, A. V. et al. Guia prático: etarismo e gerontofobia: conceituação geral em prol do envelhecimento saudável e ativo. São Paulo: Cruzeiro do Sul Educacional, 2023.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/5255
Data do documento: 11-Jul-2023
Aparece nas coleções:Documentos e Publicações Institucionais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Guia pratico etarismo e gerontofobia.pdfLivro14.56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.